A digitalização cada vez maior de processos em diversas áreas do mercado já não é mais novidade para ninguém.

A cada dia que passa, então, se torna mais necessário entender o funcionamento de diferentes plataformas.

E é por isso que é essencial que você entenda o funcionamento dos algoritmos em redes sociais e ferramentas de automação.

Isso fará com que fique mais fácil traçar estratégias para otimizar as ações de marketing da sua empresa de acordo com os algoritmos de cada plataforma e, com isso, impulsionar resultados.

Foi por isso que preparamos esse artigo.

Que tal conferir?

O que são algoritmos?

Para entender a relação entre algoritmos e o marketing é necessário, claro, saber o que são os algoritmos.

Um algoritmo é uma sequência finita de ações executáveis a partir de determinados códigos e comandos.

Aqui vai um exemplo para explicar melhor:

Imagine que, ao entrar em um site, você se depare com uma aba perguntando se você tem interesse em assinar uma newsletter.

Dentro dessa aba, ainda, é possível clicar nas opções ‘sim’ e ‘não’ para responder a pergunta.

Ao clicar em ‘sim’ você é redirecionado para uma página de cadastro de dados para recebimento da newsletter.

Ao clicar em ‘não’ a aba simplesmente some e você pode continuar navegando pelo site.

O algoritmo por trás desse sistema é o responsável pelo redirecionamento para a página de cadastro ou simplesmente pelo fechamento da aba dependendo da opção escolhida por cada usuário.

Qual é a relação entre os algoritmos e as redes sociais?

Agora que sabemos como funcionam os algoritmos é necessário entender a relação entre eles e as redes sociais.

Essa relação é fundamental para compreender como os conteúdos publicados em cada plataforma são distribuídos para os usuários.

Vamos tomar o Facebook como exemplo.

Se alguém tem costume de curtir e acompanhar diversas páginas que fazem postagens e abordam temas políticos, o Facebook entende que esse conteúdo agrada a pessoa e, portanto, passa a mostrar cada vez mais conteúdos daquele tipo.

O mesmo se aplica para plataformas como o Instagram e o Twitter.

O YouTube, por sua vez, além de oferecer conteúdos baseado nas atividades recentes de cada usuário, também utiliza das opções gostei não gostei para entender as preferências de cada um.

Se você costuma clicar em gostei em conteúdos esportivos, por exemplo, a tendência é que cada vez mais esse conteúdo apareça para você.

E onde o marketing digital entra nessa história?

O marketing digital é, como sabemos, um conjunto de estratégias e ações que visam a obtenção de resultados de engajamento e prospecção de clientes em ambientes virtuais.

Por isso, então, é importante entender como funciona a distribuição de conteúdo em cada uma dessas plataformas.

Além disso, os algoritmos também são os responsáveis pelo ranqueamento das páginas do Google.

Isso significa que, após analisar diversos fatores em uma publicação feita em um blog, por exemplo, o algoritmo é quem determina se essa publicação estará nas primeiras posições do do Google ou não.

O Google, como todos sabem, é a maior vitrine de toda a internet e, por isso, é crucial trabalhar para posicionar conteúdos nas primeiras colocações da primeira página, já que isso fará com que mais pessoas tenham acesso àquela publicação.

Esperamos que esse artigo tenha te ajudado a entender um pouco mais sobre o funcionamento dos algoritmos e sua importância para o marketing digital.

E aí, o que achou?

 

 

 

O marketing digital é uma área que vem se tornando cada vez mais popular e, principalmente, necessária para empreendimentos de qualquer ramo.

Mas por que, exatamente?

A resposta é simples: investir no posicionamento digital da sua marca gera um aumento significativo de resultados.

A revolução digital e a globalização tornaram ferramentas como os e-mails, redes sociais, blogs e outras plataformas extremamente rentáveis e, por isso, atrativas.

E é por isso que cada vez mais os empreendedores e empresários recorrem à agências de marketing digital para potencializar seus negócios.

Mas como funciona, na prática, uma agência de marketing digital?

Foi pensando em responder essa pergunta que preparamos um artigo explicando exatamente o funcionamento da Marketing 365.

E aí, que tal matar a curiosidade?

Plano de marketing

O primeiro passo que tomamos em relação a qualquer novo cliente é a elaboração de um plano de marketing.

O plano de marketing é uma estratégia de atuação traçada com base em uma série de informações sobre a própria empresa como por exemplo seu objetivo, mercado de atuação, concorrentes e público-alvo.

A partir dessas informações é possível entender qual é a direção ideal a ser tomada para que cada ação de marketing digital seja eficiente e objetiva na busca por resultados mais significativos.

Ou seja, o plano de marketing é o primeiro passo que tomamos para entender quais são as estratégias e ações que melhor se adequarão aos objetivos de uma empresa.

Inbound marketing

O Inbound Marketing é um termo bastante popular na área de marketing digital e indica, basicamente, uma estratégia de prospecção eficiente.

Através da implantação de ações de inbound marketing é possível fazer com que o público vá até a empresa, e não o contrário. Isso faz com que cada cliente entre no funil de vendas por conta própria e, a partir daí, torne-se um asset valioso.

Com isso o seu negócio passa a poupar tempo, recursos e esforços que agora ficam disponíveis para o investimento em outras áreas.

Marketing de conteúdo

O Marketing de Conteúdo é um dos maiores pilares de todo o marketing digital.

É aqui que são pensados e criados os conteúdos a serem postados em redes sociais, blogs e outras plataformas de interesse do cliente.

A utilização de técnicas de SEO, por exemplo, faz com que os conteúdos produzidos para um blog sejam mais eficientes e gerem melhores resultados. Isso porque o SEO possibilita que cada conteúdo seja melhor posicionado nas páginas de pesquisa do Google, fazendo com que mais pessoas tenham acesso.

A produção eficaz de conteúdos valiosos e úteis, como sabemos, é essencial para criar engajamento orgânico com a marca no ambiente virtual e, dessa maneira, aumentar as taxas de geração e conversão de leads na sua empresa.

Automação de marketing

A automação de marketing é o que há de mais inovador no mercado do marketing digital e traz resultados surpreendentes.

Através da automação é possível gerar landing pages, por exemplo, e analisar todas as interações que determinado consumidor tem com a marca.

Isso faz com que seja mais fácil traçar estratégias de prospecção e conversão realmente eficazes para um determinado tipo de público.

Além disso, é claro, a automação permite que essas estratégias sejam colocadas em prática de maneira automatizada, poupando novamente tempo e recursos.

A junção de todos esses serviços faz com que seu negócio obtenha resultados de prospecção e engajamento que geram cada vez mais vendas.

E aí, está esperando o que para entrar em contato com a gente?

 

 

 

 

 

É cada vez mais comum ouvir falar sobre automação quando discutimos sobre marketing digital e inovação corporativa.

A cada dia que passa as empresas investem mais em estratégias e ações que visam aumentar taxas de prospecção, engajamento, retenção e fidelização de consumidores, afinal, isso gera cada vez mais vendas e, consequentemente, resultados.

E é por isso que a automação de processos de marketing tem se tornado um tópico tão relevante, já que ela ajuda a conquistar todos esses pilares do marketing digital.

Assim como em qualquer outro mercado a tecnologia serve para auxiliar e otimizar processos visando a melhor execução possível de cada um deles e, portanto, no marketing, não teria porque ser diferente.

Pensando nisso, preparamos um artigo destacando a importância das ferramentas de automação para o marketing digital.

Que tal conferir?

O que é uma ferramenta de automação?

Uma ferramenta de automação é uma tecnologia que auxilia e otimiza todo o processo de comunicação entre os clientes e uma marca, desde o primeiro contato até depois da compra.

Além de eliminarem as chances de erros humanos que custariam leads e, consequentemente, vendas, as ferramentas de automação proporcionam uma experiência de usuário muito mais objetiva e agradável, agregando valor à empresa e, dessa maneira, produzindo melhores resultados.

E qual é, afinal, a importância da automação para o marketing?

A automação de processos de marketing gera um série de benefícios notáveis para empresas de qualquer mercado, tais como:

  • Geração de leads

O benefício mais básico que notamos ao utilizar uma ferramenta de automação é o aumento da geração de leads.

Isso acontece porque ao investir em automação e na criação de uma landing page, por exemplo, é possível entender melhor os perfis de consumidores que trafegam pelas plataformas da empresa e otimizar os esforços para que esse público seja convertido em uma futura venda.

  • Oportunidades de vendas

Ao atrair um lead é necessário entender em que fase do funil de vendas ele se encontra e analisar se ele está pronto para efetuar uma compra.

Ferramentas de automação de marketing facilitam esse processo, já que direcionam os leads até o fim do funil de vendas e trabalham automaticamente a fim de transformá-los em oportunidades de vendas.

Isso é feito através de uma série de ações automatizadas que visam, de maneira objetiva e eficiente, preparar os consumidores o mais rápido possível para efetuar uma compra.

  • Diminuição do ciclo de vendas

Como citado anteriormente as ferramentas de marketing trabalham para preparar os clientes o mais rápido possível para efetuar uma compra.

Isso significa, na maioria das vezes, uma diminuição no ciclo de vendas que faz com que menos tempo e recursos sejam gastos com cada consumidor.

Ou seja, o cliente fica pronto para efetuar uma compra mais rápido e, com isso, possibilita que a empresa possa investir esse tempo e recurso em outras áreas.

Sendo assim, as vendas da empresa aumentam cada vez mais e, como consequência, os resultados também.

E é por isso que a automação de marketing é tão indispensável para qualquer empresa nos dias atuais.

E você, já investiu em automação para o seu negócio?

Aqui na Marketing 365 oferecemos todo o suporte que você precisa para automatizar processos da sua empresa e, com isso, gerar melhores resultados.

Entre em contato com a gente!

 

 

Muito se fala sobre o quanto o marketing digital é indispensável para qualquer empresa nos dias de hoje.

Em meio a um mundo cada vez mais virtual e conectado, marcar presença em plataformas digitais se tornou essencial para que qualquer marca se destaque.

Isso significa que, para atrair público e interações em 2021, é necessário se livrar de alguns hábitos antigos e começar a pensar em novas estratégias.

Falar, no entanto, é fácil.

Mas como, exatamente, é possível fazer a transição do marketing tradicional para o digital?

É exatamente isso que vamos abordar no artigo de hoje.

Que tal conferir?

Seja paciente

Um dos pontos mais importantes da transição para o marketing digital é a paciência.

Tenha em mente que, após anos com o mesmo modelo de marketing, uma mudança repentina pode ser prejudicial para o funcionamento do negócio e acabar gerando resultados opostos aos esperados.

Isso significa dar um passo de cada vez e não se afobar para tentar entender tudo sobre marketing digital em um dia só.

Comece com pequenas mudanças de estratégia e, com o tempo, invista em aumentar cada vez mais a presença da marca nos meios digitais.

Outro fator que demanda paciência são os resultados.

Não adianta achar que, logo após implantar estratégias e ações de marketing digital, os resultados aparecerão da noite para o dia. Isso só serve para frustrar as pessoas responsáveis pelo gerenciamento do negócio.

Cabe então saber que os resultados, por mais que demorem um certo tempo, irão aparecer e serão satisfatórios.

Invista na experiência de usuário

Um dos maiores pilares do marketing digital é a qualidade de serviço e experiência de usuário.

E é por isso que investir em automação, atendimento de qualidade ao cliente e produção de conteúdo relevante se torna tão importante.

Isso fará com que a experiência geral do público com a marca seja melhor e, com isso, as taxas de engajamento e interação subam cada vez mais.

Isso, é claro, aumenta a quantidade de vendas e retém clientes por mais tempo.

Ou seja, ambas as partes saem ganhando.

Monte (ou contrate) uma equipe especializada

Não adianta achar que pessoas sem conhecimento da área vão trazer resultados de marketing digital milagrosos.

Isso significa que, apesar de aconselharmos que você pesquise e aprenda o máximo possível sobre a área, o ideal é que recorra à equipes especializadas em prestar esse tipo de serviço.

Profissionais experientes e capacitados serão capazes de planejar e executar as melhores estratégias para que os resultados de marketing digital da sua empresa sejam significativos.

Isso significa trabalhar exclusivamente com o desenvolvimento de estratégias, produção de conteúdos, automatização de processos e execução de diversas ações inovadoras para se destacar cada vez mais nos ambientes virtuais.

Aqui na Marketing 365, por exemplo, você encontra todo o suporte necessário para fazer a transição que o seu negócio precisa rumo ao marketing digital.

Esses são os principais pilares para que você dê início à jornada da sua marca nas plataformas digitais.

E aí, curtiu?

 

 

A busca por um conteúdo mais valioso e útil é algo que acontece constantemente dentro de qualquer empresa.

Hoje em dia, devido a popularização do marketing digital e do marketing de conteúdo, a maioria das marcas tenta envolver os clientes da melhor maneira possível a fim de aumentar as taxas de engajamento do público com a marca e, consequentemente, seus resultados.

Uma das maneiras mais eficazes de promover esse engajamento, como sabemos, é a produção de conteúdo.

Independentemente do conteúdo ser voltado para Instagram, blog ou outras redes sociais é importante ter em mente que o valor agregado aos usuários por esse conteúdo é o fator mais importante para que ele atraia e fidelize consumidores.

Pensando nisso preparamos um artigo sobre uma das técnicas mais utilizadas para agregar valor à um conteúdo: o storytelling.

Que tal conferir?

O que é storytelling?

O storytelling nada mais é que uma maneira de apresentar conteúdos de uma maneira que engaje o público de uma forma mais pessoal e humana utilizando, muitas vezes, das emoções.

Isso faz com que, além de transmitir uma série de informações objetivas e concretas, o conteúdo produzido também transmita uma interpretação subjetiva que serve para gerar emoções e interpretações emotivas nos consumidores.

E qual é a importância do storytelling?

A importância do storytelling se divide em alguns fatores, tais como:

  • Apresentação de uma jornada 

Ao consumir um conteúdo produzido a partir do storytelling o público se engaja de maneira profunda na mensagem passada e, consequentemente, embarca em uma jornada que proporciona uma experiência diferente de conteúdos comuns.

  • Identificação

O storytelling ajuda a gerar um grau de identificação com a marca que não seria alcançado através de conteúdos convencionais.

Isso porque, ao se deparar com um conteúdo de storytelling bem produzido, o público tende a se identificar mais com a marca e buscar cada vez mais conteúdos semelhantes.

  • Sedução

Como citamos anteriormente a criação de histórias que envolvem o público gera uma série de emoções que fazem com que os usuários se sintam cada vez mais engajados não só com o conteúdo mas também com a marca que o produz.

Isso gera um grau de sedução em qualquer cliente, já que a mente humana tende a ter mais interesse por mensagens que sejam transmitidas através de uma história.

Isso significa que, para a produção de conteúdos de marketing e prospecção de clientes, o storytelling é um poderoso aliado à obtenção de resultados melhores no que se refere a engajamento.

E você, o que está esperando para transformar seus conteúdos em verdadeiras histórias?

 

Boa parte das estratégias de marketing digital adotadas por empresas de grande porte nos dias atuais visa aumentar as taxas de engajamento dos clientes com a marca.

Para que isso aconteça, no entanto, sabemos que é necessário proporcionar uma experiência de uso agradável, simples e objetiva.

Isso inclui investir em automação, qualidade de atendimento, produção de conteúdos relevantes e até mesmo a diversificação dos meios de comunicação entre empresa e consumidor.

O último fator, especificamente, é importantíssimo para que os clientes saibam que estão sendo ouvidos e têm influência sobre o modus operandi da marca.

E é aí que entra a importância da comunicação Omnichannel.

O que é Omnichannel?

Comunicação Omnichannel é uma estratégia de vendas e comunicação que integra vários canais diferentes de comunicação e divulgação a fim de proporcionar uma experiência melhor aos consumidores.

Isso faz com que os clientes tenham mais opções de meio de comunicação e, consequentemente, mais facilidade para se engajar com o seu negócio.

Dentre os canais utilizados rotineiramente em estratégias de comunicação Omnichannel estão, por exemplo:

  • Site
  • E-mail
  • Redes sociais
  • Aplicativos
  • Atendimento online
  • Atendimento presencial

A junção dessas canais faz com que a comunicação entre marca e cliente seja mais limpa e direta, favorecendo ambas as partes.

E por que o Omnichannel tem se tornado tão popular?

A resposta é simples: com uma concorrência cada vez mais diversificada e preparada em diversos mercados, as empresas são obrigadas a encontrar maneiras inovadoras de se sobressair quando comparadas aos concorrentes.

Isso significa, dentre outras coisas, aprimorar a comunicação entre consumidor e cliente.

O Omnichannel, como explicamos, é a melhor maneira de fazer isso e, portanto, está extremamente em alta.

Mas quais são, especificamente, os benefícios da utilização de uma estratégia de comunicação Omnichannel?

  • Crescimento das taxas de engajamento e fidelização

As empresas que adotam estratégias Omnichannel proporcionam uma melhor experiência aos seus clientes e, com isso, conseguem fazer com que os mesmos se tornem cada vez mais engajados com a marca e, eventualmente, fidelizados.

A fidelização, como sabemos, é o estado ideal de qualquer cliente no ponto de vista das empresas.

Um cliente fidelizado, além de consumir com frequência os produtos ou serviços da empresa, se torna um defensor e indicador orgânico da marca, aumentando os níveis de credibilidade e ajudando a conquistar um público cada vez maior.

  • Aumento das vendas fora da loja física

Limitar as vendas de uma empresa exclusivamente ao ambiente físico é um erro que não pode mais ser cometido nos dias atuais.

Nesse quesito as estratégias Omnichannel ajudam a diversificar as plataformas de venda e, com isso, atrair mais clientes e facilitar todo o processo de compra.

Além disso, com a comunicação feita em várias plataformas, o reconhecimento de marca cresce e, com isso, a visibilidade e alcance se tornam cada vez maiores.

  • Simplificação de processos

Estar presente em diferentes canais é importante para facilitar a vida do cliente e poupa-lo de procurar um canal específico para se comunicar com a empresa ou efetuar uma compra.

Isso faz com que a experiência dos consumidores seja mais prática e agradável, aumentando as chances da criação de um vínculo com a marca.

Tudo isso serve para mostrar que diversificar e combinar diferentes plataformas de comunicação e vendas é essencial para qualquer negócio que pretende prosperar e engajar clientes nos dias de hoje.

E aí, curtiu?

O Instagram se tornou, indiscutivelmente, uma das redes sociais mais utilizadas do mundo.

Além do uso casual feito por usuários assíduos no dia a dia a rede social virou, provavelmente, a plataforma onde marcas e influenciadores mais se comunicam com o público.

Isso significa que, cada vez mais, é necessário investir em estratégias de marketing digital para impulsionar os resultados de engajamento e interação obtidos no Instagram.

E é por isso que preparamos esse artigo para te ajudar a entender como potencializar o marketing da sua empresa no Instagram.

Que tal conferir?

Defina um objetivo

Entender quais são as ambições da sua empresa com o Instagram é essencial para que você consiga alcançar seus objetivos.

Fornecer conteúdos relevantes, criar uma identidade de marca, tornar sua empresa mais conhecida e direcionar clientes para a venda são alguns exemplos de objetivos comuns para empresas no Instagram.

Ter isso bem definido vai te ajudar a alinhar os conteúdos produzidos ao propósito do negócio.

Identifique uma persona

Identificar o seu público-alvo é de grande importância para direcionar a produção de conteúdos e segmentar qualquer tipo de ação.

Dessa maneira todas as estratégias se tornam mais eficientes e eficazes, já que passam a atingir diretamente o público-alvo.

Humanize a marca

Aproveite a oportunidade que a plataforma proporciona de promover um contato mais pessoal e humano com os clientes.

Invista, então, em uma identidade de marca interativa e com valores bem definidos como a honestidade, empatia e solidariedade, por exemplo.

Disponibilize informações

Anexar informações sobre a empresa e os serviços e produtos oferecidos é essencial para que o perfil esteja completo.

Inclua o nome da empresa, redes sociais alternativas, telefone de contato, site e, se for o caso, outras informações.

Lembre-se sempre, no entanto, de ser objetivo e direto com as informações para evitar poluição visual e excesso de conteúdo.

Monte um cronograma

Um dos maiores segredos do Instagram é a constância.

O algoritmo prioriza usuários que fazem publicações com frequência e, por isso, vale a pena se organizar para fazer publicações no feed e nos stories com frequência.

Além de favorecer o algoritmo, a criação de um cronograma permite que você se organize melhor e não deixe de publicar conteúdos por falta de tempo ou até mesmo atenção.

Agregue valor

Por mais que seja tentador publicar constantemente sobre os serviços e produtos oferecidos pela marca o ideal é que o conteúdo produzido seja um pouco mais abrangente e útil no dia a dia das pessoas.

Criar um conteúdo que seja realmente valioso para o público faz com que as taxas de engajamento com a marca cresçam e cria um senso de credibilidade perante os consumidores.

Saiba utilizar cada formato

O Instagram disponibiliza diversas maneiras de compartilhar conteúdo e, portanto, é importante saber fazer a utilização mais adequada de cada uma.

Os stories, por exemplo, podem servir para um contato mais pessoal, como um registro do dia a dia da empresa, por exemplo, enquanto o feed pode ser utilizado para conteúdos mais informativos.

Essa utilização, é claro, é apenas um exemplo e cabe a você determinar qual estratégia será mais eficaz para os objetivos da sua marca.

Interaja com o público

A interação com o público é uma das maiores vantagens oferecidas por qualquer rede social.

Promova enquetes, quizzes e até mesmo responda comentários nas publicações da empresa para reforçar o senso de humanização da marca e estreitar os laços entre o público e a empresa.

Inbound marketing

Não é segredo para ninguém que o inbound marketing se tornou indispensável para qualquer marca que pensa em investir em redes sociais.

Sabendo disso, vale a pena investir em recursos de inbound marketing como a automação, por exemplo, para aumentar a presença da sua marca nas redes sociais e, através disso, obter melhores resultados.

Temos certeza que, quando associadas, essas dicas farão com que o engajamento com a sua empresa no Instagram decole de uma vez por todas.

Aqui na Marketing 365 você encontra todas as soluções de inbound marketing e gestão de redes sociais que você precisa para finalmente se destacar no Instagram.

Está esperando o quê?

Entre em contato com a gente!

 

 

O NPS, como sabemos, é uma maneira de medir a capacidade que cada empresa possui de engajar e fidelizar consumidores.

Além de determinar o engajamento dos clientes o NPS ainda classifica-os como detratores, neutros ou promotores, fazendo com que você saiba exatamente o nível de cativação de cada um.

Seguindo essa linha aprendemos que um NPS entre 50 e 74 é positivo e entre 75 e 100 é muito positivo, portanto, torna-se necessário entender como aumentar cada vez mais o NPS para impulsionar os resultados do seu negócio.

Pensando nisso, então, preparamos um artigo com as dicas mais importantes para que você consiga elevar o NPS da sua marca.

Que tal conferir?

Melhorar a experiência do cliente

É indispensável que essa dica ocupe a primeira posição na nossa lista, já que a experiência do cliente com a marca é talvez o fator que mais influencia no engajamento e satisfação com a empresa.

Se o NPS mede esse engajamento, então, concluímos que melhorar a experiência do cliente é extremamente efetivo para que o indicador cresça.

Torne cada interação do cliente com a marca, desde o momento em que ele entra no estabelecimento até a hora da compra, digna de encantamento e satisfação.

Isso fará com que o público esteja cada vez mais satisfeito e, por consequência, engajado.

Segmente canais de atendimento

Escolher os canais de atendimento ideais para o relacionamento com o seu público-alvo é essencial para que você consiga se conectar com os consumidores.

Apesar de cada tipo de público preferir uma espécie de canal é importante mencionar que, se você pretende atingir a maior quantidade de público possível, vale investir em uma comunicação omnichannel.

A comunicação omnichannel consiste em se relacionar com os clientes através de um leque de plataformas diferentes para atendê-los da melhor maneira possível independentemente da ferramenta que eles escolhem utilizar.

Blogs, redes sociais, aplicativos, lojas físicas e e-mails, por exemplo, são canais que juntos compõem uma boa comunicação omnichannel.

Invista na qualidade do atendimento

O atendimento H2H (human to human ou humano para humano) tem se tornado cada vez mais popular entre as empresas que buscam otimizar e melhorar a qualidade dos atendimentos ao público.

No atendimento H2H os funcionários prezam por uma relação mais próxima e menos robotizada na qual o público se sinta compreendido e ajudado.

Isso, é claro, faz com que o nível de satisfação dos consumidores aumente, já que eles se sentem acolhidos e ajudados pela marca.

Trabalhe de acordo com o feedback dos clientes

Se comunicar com o público a fim de obter feedback sobre os serviços e produtos da empresa é uma maneira extremamente eficaz de corrigir possíveis erros e melhorar cada vez mais a experiência dos consumidores.

Além disso buscar feedback ativamente é uma maneira de mostrar aos clientes que a empresa se importa com o que eles têm a dizer e está disposta a ouvi-los.

Oferecer recompensas por cada feedback, por exemplo, é uma boa maneira de incentivar o público a se comunicar cada vez mais com a marca e, dessa maneira, ajudar a identificar pontos fracos que podem ser corrigidos.

Incentive sua equipe de vendas

Manter a equipe de vendas engajada e estimulada é importante para que o atendimento ao cliente seja feito da melhor maneira possível.

Um profissional desmotivado, afinal de contas, tende a não se esforçar tanto para promover uma experiência agradável ao público e, por isso, pode comprometer os resultados da empresa.

Essas são as melhores maneiras de promover uma experiência mais agradável para os clientes e, com isso, aumentar o NPS da sua empresa.

E aí, está esperando o que para colocar essas dicas em prática?

Não é segredo para ninguém que as emoções influenciam diversos aspectos das nossas vidas.

O que as pessoas não percebem, no entanto, é que essas emoções também são determinantes em ações profissionais.

O marketing, por, exemplo, é um grande influenciado – ou influenciador – das emoções.

Se alguém se sente feliz, por exemplo, é mais provável que faça uma compra.

A tristeza, por sua vez, não é uma incentivadora de consumo.

E é por isso que preparamos um artigo explicando tudo o que você precisa saber sobre a relação entre as emoções e o marketing.

Que tal conferir?

O efeito das emoções 

As emoções são geradas a partir de qualquer interação com pessoas, objetos e até mesmo conteúdos em redes sociais.

Isso significa que o nosso cérebro libera hormônios que geram determinadas emoções de acordo com o tipo de interação que temos.

Essas emoções são responsáveis por alterar nossa disposição mental, física e até mesmo o tipo de reação que temos ao nos depararmos com determinadas informações.

Sendo assim, se torna fácil entender que as emoções têm uma relação direta com as marcas que consumimos.

E quais são as principais emoções que podem ser aproveitadas pelo marketing?

  • Felicidade

Ao contrário do que muitos pensam, os conteúdos polêmicos e que geram indignação não são os mais compartilhados em redes sociais.

Os detentores desse título são os conteúdos de abordagens positivas que geram felicidade e alegria nos usuários.

Isso significa que as marcas que conseguem transmitir e gerar estes sentimentos positivos em seus consumidores sairá na frente na busca pela fidelização de clientes e identificação com a marca.

  • Medo

Apesar do medo ser uma emoção negativa e, portanto, não gerar as sensações de otimismo e alegria de conteúdos mais positivos, ainda é possível aproveitá-lo para gerar leads.

O FOMO (fear of missing out ou medo de ficar de fora) é uma emoção bastante conhecida por profissionais de diversas áreas e pode ser utilizado para capitalizar de maneira positiva sobre uma espécie de ‘medo’ das pessoas.

Ao convencer um consumidor de que uma promoção é imperdível, por exemplo, você faz com que ele tenha medo de perder essa oportunidade e, por isso, adquira o produto ou serviço em promoção.

Qual é a função, então, das emoções no marketing?

Por mais que informar sobre produtos, serviços e curiosidades seja uma maneira eficaz de engajar o público com a empresa, às vezes isso não é o suficiente.

É nessas horas que as emoções se tornam valiosas para estimular as pessoas através de sensações e do storytelling.

Isso fará com que o apelo pela interação do público seja sentido de maneira maior e, consequentemente, trará mais engajamento.

Por mais que um produto, serviço ou conteúdo seja útil e valioso, muitas vezes é necessário utilizar de emoções para fazer com que consumidores se sintam mais enérgicos em relação ao que lhes foi oferecido.

Ou seja, as emoções fazem com que o público reaja de maneira positiva e tome ações a favor da sua marca.

Isso faz com que o engajamento seja cada vez maior e, consequentemente, os resultados também.

E aí, entendeu a importância das emoções para o marketing?

 

 

 

 

Muito se fala sobre a automação de marketing nos dias atuais, mas você sabe o que é isso?

No artigo de hoje vamos te responder essa pergunta e explicar o funcionamento dessa tecnologia.

Que tal conferir ?

O que é automação de marketing? 

Automação de marketing é a utilização de ferramentas tecnológicas para automatizar processos de marketing.

Isso promove a diminuição do trabalho manual e, portanto, aumenta a eficiência de cada ação de marketing.

Isso significa que, através da automação, uma empresa pode gerar e nutrir leads dentro do funil de vendas a fim de fideliza-los.

Mas como, exatamente, isso acontece?

Muitas pessoas cometem o erro de pensar que qualquer ação realizada de maneira automática é automação de marketing em sua forma plena.

A verdade, no entanto, é que a automação de marketing funciona através da personalização profunda de conteúdos e ferramentas visando atingir um público específico da maneira mais eficaz possível.

Isso faz com  que sua empresa não perca tempo com consumidores que não estão interessados no que a marca tem a oferecer e, portanto, direcione as ações para um público específico.

Além disso, com uma ferramenta de automação como o Mautic, por exemplo, é possível gerar landing pages e conteúdos voltados diretamente para o direcionamento de leads no funil de vendas.

Resumidamente a automação de marketing obtém resultados através de entender exatamente o interesse do lead e seu estágio de compra, fornecendo a ele todas as informações necessárias em determinado momento de maneira automatizada.

E quais são, então, os maiores benefícios da automação?

  • Nutrição de leads: a nutrição de leads nada mais é do que oferecer, de maneira rotineira, conteúdos relevantes e que façam o lead se aproximar da empresa e do momento de compra. Se um lead não está pronto para fazer uma compra em determinado momento, por exemplo, a nutrição do mesmo é o que o manterá engajado com a marca para que ele possa, futuramente, efetuar a compra.
  • Diminuição de erros humanos: a realidade é que, querendo ou não, humanos podem cometer erros que acabam custando um cliente importante. Para evitar esses possíveis equívocos no processo de acompanhamento do lead no funil de vendas, a automação realiza os processos de maneira digitalizada e personalizada para cada persona.
  • Eficiência no funil de vendas: a automação de marketing faz com que, através da analise de comportamento de um usuário, sejam enviados conteúdos específicos para aquele lead naquele momento. Isso evita que a marca desperdice tempo e recursos enviando conteúdos que podem não ser relevantes naquele momento.

Sabendo disso fica fácil entender porque a automação é tão eficiente e tem se tornado cada vez mais indispensável.

Além de economizar tempo, esforços e recursos, sua empresa obtém resultados significativamente melhores devido à automação de processos de marketing.

E você, o que está esperando para investir em automação de marketing para a sua empresa?

Aqui na Marketing 365 oferecemos todo o suporte que você precisa para automatizar os processos de marketing do seu negócio.

Entre em contato com a gente!